TRADUZA A PAGINA NA LINGUA DESEJADA DEUS VOS ABENCOE.

domingo, 1 de julho de 2012

QUE EU POSSA ESQUECER MEUS ERROS E LEMBRAR SO DOS MEUS ACERTOS E VIVER OS DIAS MELHORES QUE DEUS ME TEM DADO E UZAR A MINHA VIDA APRATIR DESTE MONENTO SO E EXCLUSIVAMENTE PARA DEUS.E PARA SUA GLORIA E PARA O ESPIRITO SANTO.


(Filipenses 3.13) Irmãos, quanto a mim, não julgam que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,

Visite: O ser humano tem uma tendência a lembrar os acontecimentos que causaram sofrimento na vida, mas não tomaram a consciência de quanto é prejudicial ficar lembrando o passado negativo. Precisamos esquecer as coisas negativas em todas as áreas: Relacional, Laboral, Sentimental, Comercial e Vivencial. As instruções que verteremos aqui neste tema serão de grande proveito para cada um daqueles que estão vivendo um trauma do passado ou um complexo de culpa. O texto inicial é exclusivo em toda Bíblia e um excelente exemplo a ser seguido: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mimA lembrança do passado impede o perdão verdadeiro e o esquecimento da ferida, da ofensa. Mas Deus perdoa e esquece o passado.

(Is 43.25)Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.

 Tem pessoas que precisam se perdoar a si mesmo, dos seus erros cometidos e depois perdoar aqueles que te ofenderam
A lembrança do passado negativo impede a alegria, causando muitas tristezas, desgostos, fazendo chorar. As pessoas geralmente perdem a paz, o apetite e o sono quando se lembram das coisas passadas negativas não tratadas, impedindo a harmonia lembrando uma situação que causou ira, volta a sentir a mesma emoção é como colocar vinagre na ferida.

(Provérbio 25.20). O que canta canções para o coração aflito é como aquele que despe a roupa num dia de frio, ou como o vinagre sobre salitre.

Eles mostram as feridas demais:

(Zacarias 13.6) E se alguém lhe disser: Que feridas são estas nas tuas mãos? Dirá ele: São feridas com que fui ferido em casa dos meus amigos.

Pessoas que vivem mostrando as suas cicatrizes para que as outras sintam pena dela.

(Jó 7.5) A minha carne se tem vestido de vermes e de torrões de pó; a minha pele está gretada, e se fez abominável.

. Jó ocupa quase todos os seus 42 capítulos do seu livro, para descrever suas feridas, que eram na verdade grandes, mas não precisava ficar o tempo todo falando delas. Quando ele começou a orar pelos seus inimigos, sua historia foi revertida, sua sorte foi mudada e ele passa a receber o dobro de Deus.

(Eclesiastes 5.20) Porque não se lembrará muito dos dias da sua vida; porquanto Deus lhe enche de alegria o seu coração.

Viva o presente: Ele é o passado e o futuro, faça do tempo presente, um presente para você e sua família a cada dia através do AMOR. Os erros são relativos, compare a tua experiência negativa com outra experiência ruim de outra pessoa. Pode ser que você tenha passado um dia ruim enquanto que outra pessoa passou um mês inteiro. Pode ser que pra você morreu um animal enquanto que a outra pessoa morreu um parente.
Seja sensato, todos cometem erros: As pessoas não são perfeitas. Trate os erros com disciplina. Evite cometer o mesmo erro duas vezes. Você não pode evitar que pessoas briguem com você, mas pode controlar suas respostas a eles. De que maneira podemos mudar o passado? O passado é mudado quando se busca ajuda em DEUS. Pelo simples fato de viver o presente bem, o passado deixa de causar dor. Por exemplo: Pessoas que tiveram uma empresa no passado que faliu e isto lhe deixou sérios traumas, dores e dividas ao abrir uma nova empresa bem sucedida, aquela empresa falida será superada.

(Gêneses  41.51,52) E chamou José ao primogênito Manassés, porque disse: Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho, e de toda a casa de meu pai. E ao segundo chamou Efraim; porque disse: Deus me fez crescer na terra da minha aflição.

Não só do trabalho ele precisa se esquecer, mas também da inveja dos seus irmãos, de como foi vendido como escravo ao Egito, de como foi parar no cárcere.
 Deus quer fazer você esquecer-se do desemprego: Um desemprego sempre gera dor, desgastes, estresse, por tanto Deus trabalha assim, dando lhe um novo emprego com muito mais prosperidade, para você esquecer toda a experiência amarga que você viveu os apertos econômicos, as zombarias de familiares e amigos.
Deus quer fazer você esquecer-se do mau relacionamento antigo: Tem tantas pessoas que tiveram um péssimo relacionamento com os pais, com o cônjuge, com o professor, com o chefe. Então Deus permite um novo relacionamento na sua vida, seja este entre patrão e funcionário; alunos ou professores, marido ou mulher. Deus quer fazer você esquecer-se das amarguras no meio cristão: Deus tem muitas formas de trabalhar para estabelecer do teu coração a paz. Às vezes ele te permite mudar de cidade, outras vezes ele muda da cidade aquele que te causava amarguras. Deus quer fazer o teu sofrimento como águas que passaram, mas a principal forma é o PERDÂO.
È muito fácil falar de perdão, a dificuldade está em praticá-lo

(João 15:12). O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

O Perdão é uma decisão da vontade, um ato continuo da vontade, que vai alem dos sentimentos ou das tendências que norteiam  nossa alma.     É muito fácil falar de perdão, a dificuldade está em praticar o perdão. Existe um falso conceito sobre o perdão, pois como ele é confundido com um sentimento, mas não éo perdão é a manifestação da graça de DEUS, e deve ser praticado como exercício diário. Devemos aprender a viver com as limitações do outro. Aprender a conviver com as atitudes erradas, sem concordar com elas e ao mesmo tempo amenizar as amarguras, impedindo que raízes de amargura surjam na alma, observando o mandamento de perdoar. A amargura nos priva da graça de DEUS. Não deixe a mágoas contaminar tua alma, existe uma esperança Jesus é o Bálsamo de Gileade, a cura para aqueles que se encontra com o coração ferido pelos sofrimentos da vida. Ele está de braços abertos te esperando
      Perdoar é a graça de cancelar dívida de outro, restaurando a harmonia. É uma habilidade que vai além da capacidade humana.

Em Mateus 6:12, E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

     Jesus se refere ao perdão como um mandamento que deve ser praticado diariamente. Para Jesus, o perdão vai além de um preceito, é um estilo de vida, que deve ser levado a sério.
     O perdão, o conceito de Jesus, não é um sentimento, mas uma decisão da vontade. O perdão desarticula a violência doméstica. Partindo do princípio de que o perdão é uma decisão da vontade, não um sentimento pode dizer que o perdão é capacidade de compreender a natureza humana, tratando devidamente o ofensor e a ofensa com amor e misericórdia.
 Os conflitos são normais! Na relação conjugal nós somos feridos e ferimos, porque temos dificuldades naturais existentes entre nós. Portanto, as ofensas são frutos da nossa falta de habilidade em desenvolver nossos relacionamentos.
Perdoar não é esquecer
 Quem perdoa não esquece, mas ao exercitar o perdão, o Espírito Santo sara as lembranças dolorosas, curando as feridas da alma. O perdão praticado “setenta e sete vezes sete” é a vida condicionada a ação do Espírito Santo.

 (Mateus 18: 21-22). Entäo Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmäo contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Näo te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

Perdoar não é fingir
      Não se pode ignorar o fato de que algo aconteceu. O que aconteceu, aconteceu. Não se pode ficar lamentando o passado, nem fazer  “vistas grossas”. De fato, sua falta em enfrentar  problema e procurar reconciliação pode encorajar a outras pessoas a continuar repetindo a mesma atitude.
 Perdoar não é voltar ao passado
      Enquanto houver repetições dos velhos sentimentos ou lembranças da ofensa acompanhada de ódio, com certeza não houve perdão genuíno. É fácil trazer as ofensas do passado. Há pessoas que guardam uma lista negra de ofensas recebidas e em certa hora, numa determinada situação recorrem ao “Baú da Infelicidade” e com o dedo apontado faz a cobrança daquela velha duplicata, quitada, amarelada pelo tempo, trazendo de volta a “força” destrutiva dos ressentimentos do passado. Portanto,  há fortes razões para você não trazer o passado de volta:
- Não há nada que você possa fazer para mudar o que aconteceu;
- Torna-se difícil fazer mudança na vida;
- Você se torna responsável por ter prejudicado o relacionamento;
- Toma a energia emocional que você precisa para as exigências da vida;
- O fato de não perdoar demonstra a falta entendimento sobre o perdão de DEUS.
- Não desligar o passado e prosseguir, é  imaturidade.
Perdoar não é exigir mudança da outra pessoa antes de perdoar.
      Deus nos perdoa mesmo sem merecermos, mesmo sendo devedor: “Pois todos pecaram e carecem da glória de DEUS”.

(Romanos 3:23) Porque todos pecaram e destituídos estäo da glória de Deus;

Perdoar é dar liberdade
 Perdoar implica em deixar a outra pessoa livre, sem dívida a pagar. O perdão genuíno é aquele que libera a pessoa, que a deixa livre, que a desliga.
Perdoar é ser liberto do rancor, da amargura, do ódio e de todo sentimento que desequilibra nosso homem interior.

(Efésios 4: 31-32). Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

O parâmetro para recebermos o perdão de DEUS é a maneira como perdoamos aos outros. A falta de perdão mantém-nos na escravidão e dá legalidade ao inimigo agirem em nossas vidas

(Mateus 18:23-35). Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos; E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos; E, näo tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.

 Perdoar é deixar de se defender
      No exercício do perdão não podemos nos colocar no papel de juízes, exigindo mudança por parte do cônjuge, lançando a culpa nele. Temos que reconhecer nossa parcela de culpa e assumir a responsabilidade por nossos atos. Perdoar exige abandono dos pensamentos de vingança.

(Jó 11.13-19) Se tu preparares o teu coração, e estenderes as tuas mãos para ele; Se há iniqüidade na tua mão, lança-a para longe de ti e não deixes habitar a injustiça nas tuas tendas. Porque então o teu rosto levantará sem mácula; e estarás firme, e não temerás. Porque te esquecerás do cansaço, e lembrar-te-ás dele como das águas que já passaram. E a tua vida mais clara se levantará do que o meio dia; ainda que haja trevas, será como a manhã. E terás confiança, porque haverá esperança; olharás em volta e repousarás seguro. E deitar-te-ás, e ninguém te espantará; muitos suplicarão o teu favor. Se dispuseres o coração e estenderes as mãos para Deus; se lançares para longe a iniqüidade da tua mão e não permitires habitar na tua tenda a injustiça, então, levantará o rosto sem mácula, estarás seguro e não temerás. Pois te esquecerás dos teus sofrimentos e deles só terás lembrança como de águas que passaram. A tua vida será mais clara que o meio-dia; ainda que lhe haja trevas, serão como a manhã. Sentir-te-ás seguro, porque haverá esperança; olharás em derredor e dormirás tranqüilo. Deitar-te-ás, e ninguém te espantará; e muitosprocurarão obter o teu favor, por que realmente serás servos do senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEDITE NISSO

Recadoseglitters.com

JESUS ESTA VOLTANDO E TE CONVIDA A SEGUI-LO E VC QUAL E A SUA DECISÃO?


Jesus Cristo - Recados Para Orkut

Ocorreu um erro neste gadget